Bancários solicitam ao Procon isenção de multas por atraso durante a greve

O presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia, Augusto Vasconcelos vai oficializar nesta segunda-feira (10) o pedido de ação civil pública para que o Procon intervenha junto aos bancos e consiga a isenção de multas e juros por atrasos de pagamentos durante a greve dos bancários no estado. “Fizemos o pedido de ação civil pública para isentar os boletos de juros e multas em decorrência de atraso durante a greve. É um pedido que nós fizemos no sentido que a população não fosse lesada. Eles estão analisando o pedido”.
O superintendente do Procon, Marcos Medrado disse que esse assunto será analisado na segunda-feira (10). “Ano passado conseguimos uma liminar para que não fosse cobrado juros nesse período. Vamos analisar para ver”, pontuou.
O presidente do sindicato disse ainda que o órgão “trabalhou o tempo inteiro para evitar o isolamento que os bancos estavam nos empurrando, nos reunimos com o Arcebispo Primaz do Brasil, Câmara dos Dirigente dos Lojistas (CDL), Associação Comercial do Estado e Procon”.
Na última quinta-feira (6) os bancos privados e o Banco do Brasil decidiram encerrar a greve após 31 dias parados. Eles aceitaram a proposta de 8% de reajuste, mais abono de R$ 3,5 mil e vale alimentação de 15%. Já na sexta-feira (7) a Assembleia Geral decidiu pelo fim da greve dos funcionários da Caixa Econômica, único banco que permanecia com as atividades paradas.

Esplanada Agora – Informação na medida certa.