ABSURDO: Médico acusado de liderar desvio de R$ 100 mi no AM investiu em sertanejos

A dupla Matheus e Kauan, que tem a carreira agenciada pela Audiomix.
Uma reportagem exibida pelo “Fantástico” neste domingo (10) mostrou que a empresa Audiomix, que gerencia a carreira de nove artistas sertanejos, recebeu investimentos de Mouhamad Moustafa, médico preso em setembro acusado de liderar um desvio milionário da saúde do Amazonas.
Segundo a Policia Federal, Moustafa desviou R$ 110 milhões e aplicou cerca de R$ 30 milhões na Audiomix, onde comprou direitos de agenciamento de quatro artistas da empresa: os cantores Israel Novaes, Jeferson Moraes, Rafaela Miranda e a dupla Matheus e Kauan.
Em uma gravação telefônica exibida pela reportagem, Moustafa diz que decidiu investir na empresa depois da morte de Cristiano Araújo. “Foi bom eu ter entrado, o Cristiano morrido, eles ficarem ruim das pernas e eu ter entrado. Se não fosse o help que eu dei, 10 pau de cara, 10 milhões, eles tinham se f****”, diz o empresário.
Ouvido pelo “Fantástico”, o advogado Luiz Flávio D’Urso, que representa a Audiomix, diz que a empresa recebeu R$ 20 milhões dos quais apenas R$ 8 milhões foram compensados. Ele também afirmou que Moustafa tinha as melhores referências possíveis e por isso foi aceito como investidor na empresa.
“É pouco provável que o pagamento continue, portanto os contratos vão se encerrar. Se tudo isso se comprovar, a Audiomix é mais uma vítima desse Mouhamad”. afirma D’Urso.

Esplanada Agora – Informação na medida certa.