BRASIL: Partidos terão R$ 2,5 bilhões de recursos públicos para campanha eleitoral

Os partidos brasileiros terão R$ 2,5 bilhões de recursos públicos para usarem nas campanhas eleitorais dos candidatos nas eleições de outubro.
O montante é formado pelo Fundo Partidário, que teve R$ 888 milhões liberados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e pelo fundo público eleitoral, o ‘Fundão’, que teve R$ 1,7 bilhão aprovado pelo Congresso Nacional no ano passado. 
De acordo com reportagem do jornal O Estado de S. Paulo desta quarta-feira (14), a utilização do uso do Fundo Partidário nas eleições causa divergências entre os partidos. As legendas mais estruturadas queriam barrar o uso dos recursos sob o argumento de que seria desleal a competição com siglas menores, que conseguem guardar verba ao longo do ano para despejar na eleição de seus candidatos, enquanto as siglas maiores precisam investir os valores para manter o dia a dia partidário. 
Segundo a publicação, o partido mais beneficiado com o Fundo Partidário é o PT, que terá direito a R$ 118 milhões. O PSDB terá R$ 97 mi; MDB, R$ 95 mi; PP, R$ 57 mi; PSB, R$ 56 mi; PSD, R$ 53 mi.
As legendas que vão ter menos recursos são: PCB, R$ 1,8 mi; PCO, R$ 1,4 mi; PMB, R$ 1,2 mi; Novo, R$ 1,2 mi.

 

Da Redação: (esplanadagora@gmail.com) 
Foto: Reprodução
Fonte: Bocão News