Brasil tem 7 milhões de idosos inadimplentes, aponta estudo da Serasa

Quase sete milhões de idosos são inadimplentes no Brasil e estão impedidos de obter crédito, de acordo com um levantamento feito pela Serasa Experian. Eles são consumidores que não conseguiram pagar dívidas bancárias (financiamento de carros, imóveis e outros) ou contas de luz, água, telefonia e do varejo (lojas e redes). Segundo o levantamento, a constatação aconteceu em junho e representa 12,4% do total de inadimplentes inscritos no cadastro da Serasa, 56,4 milhões. De maio para junho deste ano, 210 mil consumidores dessa faixa etária se tornaram inadimplentes, o que equivale dizer que 7.000 pessoas por dia não conseguiram quitar suas dívidas.

Na comparação de junho com igual mês do ano passado, 610 mil idosos ingressaram na lista de devedores, com total de 54,1 milhões de inadimplentes. Segundo a Folha de S. Paulo, os consumidores têm recorrido ao crédito consignado para ajudar ou manter a renda da família. “Fazem o empréstimo, mas não conseguem se manter em dia com o pagamento. Essa faixa é uma das que mais sofre com a alta de preços de remédios, plano de saúde e alimentos”, disse Fernando Rosolem. Em julho, o governo adotou medidas, por exemplo, para evitar o endividamento na modalidade do empréstimo consignado, elevando de 30% para 35% o limite de comprometimento de renda para esse tipo de crédito.

 idoso