ELEIÇÕES 2016: Comentário ofensivo de professora a moradores de comunidade carente de Esplanada gera indignação nas redes sociais.

Não é mais novidade para ninguém a conduta de alguns militantes políticos nas redes sociais. O uso indevido e de certa forma truculenta vem acirrando cada vez mais os ânimos durante a corrida eleitoral. Faltando pouco menos de 6 dias para o tão esperado 02 de outubro as redes sociais voltam a ser tema de discussões e análises críticas pela sociedade esplanadense.
Dessa vez, uma professora de Esplanada, que sempre se mostrou nas redes contrária ao atual governo e se posicionando firmemente em diversos grupos com críticas duras, se superou ao fazer comentários de cunho preconceituoso sobre moradores do Alto do Cuscuz, quando um militante do grupo do candidato da coligação Pra Fazer Muito Mais de Rodrigo de Dedé (PTN) se pronunciou numa rede social sobre a adesão de alguns moradores daquela comunidade à campanha do candidato do PTN, e, minutos após a professora identificada no facebook como Sandra Regina Vieira de Souza entrou no campo de comentários e postou o seguinte: “Selvagens mortos de fome moram em casa invadida e querem ter moral”, ato que gerou uma avalanche de críticas que estão acima do posicionamento político ou eleitoral, viola a Constituição Federal que diz que todos são iguais perante a lei e incide no artigo 140 do Código Penal brasileiro, que fala sobre crime de injúria.

print

Art. 140 – Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro:
Pena – detenção, de um a seis meses, ou multa.
Muitos se perguntam até onde a emoção política pode levar e transformar o cidadão?
Mostrando certa surpresa, não com o prejuízo imputado às pessoas da mencionada comunidade e sim com o possível prejuízo e desgaste eleitoral causado com essa atitude, militantes da coligação Unidos Venceremos do candidato Franco de Aldemir (PRB) se pronunciaram no seu grupo de whatsapp conforme imagem abaixo que roda nas redes sociais.

sem-titulo-2

A rede social, que poderia ser um grande aliado para diversos candidatos, vem sendo usada de forma emocional e sem a menor preocupação com o impacto direto e indireto que ações como essa e outras que presenciamos no dia a dia vem causando para seu próprio escolhido politicamente e para o usuário que pode ter problemas, inclusive com a justiça.

 

Esplanada Agora – Informação na medida certa.