Em ‘times’ diferentes, Lobão e Jaques Wagner trocam farpas pelo Facebook

Após o ministro da Defesa, Jaques Wagner, postar em sua página no Facebook uma peça publicitária que coloca o cantor Lobão no “time contra o Brasil”, o compositor respondeu com imagem semelhante, também pelo Facebook. Wagner cita Gilberto Gil, Osmar Prado, Matheus Nachtergaele, Jô Soares como integrantes do “Time da Democracia”. “Eles reconhecem que o país atravessa um momento difícil, mas pregam o respeito à Constituição, rechaçam qualquer possibilidade de interrupção do mandato da presidenta Dilma Rousseff e mantêm a confiança no projeto que retirou milhões da pobreza”, diz o ministro. No outro time, além de Lobão, são retratados os senadores Aécio Neves (PSDB) e Ronaldo Caiado (DEM) e o deputado federal Paulinho da Força (SD). “Os personagens de sempre, o time do pessimismo, do “quanto pior, melhor”, dos que colocam suas ambições eleitorais acima da estabilidade institucional do país e dos que saíram das urnas derrotados pela quarta vez seguida porque, quando tiveram a chance de governar o Brasil, só produziram desemprego, arrocho e crises”, completa Wagner.

Na montagem de Lobão, com a legenda “Que tals essa versão, senhor mnistro da Defesa”, o cantor denomina dois novos grupos: o time da democracia do PT e o time contra o Brasil do PT. No primeiro, ele acrescenta José Dirceu caracterizado como presidiário e o presidente da Bolívia, Evo Morales. No segundo time, são incluídos o articulista Rodrigo Constantino, o humorista Danilo Gentili. “A favor do time democrático Brasil sem PT, bate panela. Não aceita mais ser roubado, não aceita Foro SP, não aceita intimidação de países comunistas que ameaçam invadir o Brasil onde 93% da população está sendo chamada de golpista. Não aceita que Janot blinde Dilma que foi citada por 11 vezes com seus colegas e até hoje, pela democracia do PT, não foi denunciada”, diz Lobão.