Rodrigo de Dedé se pronuncia em rede social sobre denúncia no MP de irregularidade em dispensa de licitação.

Na manhã dessa sexta(24/03) foi publicado no site Bahia.ba uma matéria dizendo que o ex-prefeito é denunciado no MP por irregularidade em dispensa de licitação.
Leia a matéria na íntegra:
O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) determinou, por unanimidade, a formulação de representação ao Ministério Público Estadual (MPE) contra o ex-prefeito de Esplanada, Rodrigo de Castro Lima (PTN), para que se investigue a prática de improbidade administrativa na contratação direta do Instituto Brasileiro de Apoio à Modernização Administrativa (Ibrama), ao custo total de R$ 124 mil, para a suposta prestação de serviços de consultoria no exercício de 2015. Ainda cabe recurso da decisão.
O relator do processo, conselheiro José Alfredo Rocha Dias, também aplicou multa de R$ 12,4 mil ao gestor, que equivale a 10% do valor do contrato, por causa da ausência de comprovação da efetiva execução dos serviços e dos resultados alcançados.
A Ibrama foi contratada por meio de dispensa de licitação para a prestação de serviço de consultoria, a fim de elaborar o Laudo de Engenharia para apurar o consumo de energia elétrica referente à iluminação pública do município. Ocorre que a empresa não se enquadra nos requisitos exigidos para a contratação direta. O TCM vê clara burla ao dever de realizar o procedimento da licitação.
Também não foram apresentados documentos que demonstrem a compatibilidade do preço praticado com os de mercado e a justificativa da escolha do fornecedor.
Rodrigo de Dedé logo após a matéria começar a ser publicada, se pronunciou em grupos do aplicativo whatsapp. 
Lei o pronunciamento postado na íntegra:
“Bom dia,                       
Também fui surpreendido com a matéria agora pela manhã!                       
Estou solicitando a documentação do referido contrato p uma análise mais aprofundadas da irregularidade apontada                       
Mas posso esclarecer que o referido contrato se refere a um levantamento com laudo de engenharia para identificar irregularidades nas cobranças de contas de luz do município                       
Tal estudo demonstrou que a COELBA tem cobrado valores a maior do Q o utilizado pelo município                       
Com esse laudo foi possível ajuizar uma ação contra a prestadora Q visa o ressarcimento desses valores                       
Estou em Salvador, onde hojej tenho um compromisso na desenbahia e já solicitei toda documentação do contrato p um pronunciamento à imprensa sobre o fato”  Finalizou seu pronunciamento.
Da Redação: (esplanadagora@gmail.com)