Lei proíbe pau de selfie em eventos de Salvador

Quem gosta de usar o chamado “pau de selfie” em eventos soteropolitanos deve aproveitar enquanto pode. Em 90 dias, passa a vigorar na capital baiana uma lei que proíbe o uso do equipamento em eventos públicos e privados de grande apelo popular e estádios de futebol. A lei, de autoria do vereador Aldredo Mangueira (PMDB), foi publicada no Diário Oficial do Município (DOM) desta quinta-feira (18). As punições só serão definidas com a regulamentação da lei, que deve ocorrer nos próximos meses. De acordo com a publicação, o “pau de selfie” só poderá ser utilizado em áreas privadas, como casas de show ou salas de espetáculo. O bastão já estava proibido nos estádios baianos após indicação da Polícia Militar. No projeto de lei, Mangueira argumenta que “portadores mal itencionados do ‘pau de selfie’ estão transformando artesanalmente em ‘chunchos’ (arma branca muito utilizada por presidiários), conforme já detectado por autoridades policias”.