Prefeito de Piritiba é multado por uso de R$ 600 mil nas festas juninas em meio à crise

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) multou nesta quarta-feira (9) em R$ 2 mil o prefeito de Piritiba, no Piemonte do Paraguaçu, pelo uso de R$ 600 mil nas festas juninas de 2014 quando o município passava por uma “grave situação financeira”, segundo palavras do próprio gestor no período. Na defesa, Ivan Silva Cedraz (PSB) justificou que o evento aqueceu a economia local e auxiliou no “enfrentamento da crise gerada pela estiagem”. Embora tenha argumentado que o mercado turístico de Piritiba tenha lucrado com o negócio, os dados coletados pelo TCM não revelaram qualquer aumento na arrecadação dos tributos. Na época, a prefeitura suspendeu “por prazo indeterminado, as concessões de diárias, licenças-prêmio, férias e gratificações funcionais” dos servidores municipais. A decisão da corte de contas cabe recurso.
 piritiba