Prefeito rebate críticas de comunicador sobre visita de Rui Costa à Esplanada

É inegável a eficiência do aplicativo de celular WhatsApp . Em pouco tempo, fotos, vídeos e informações se propagam atingindo o maior número de usuários possíveis. E graças a tamanha eficiência, as pessoas o utilizam como o meio mais rápido para efetivar qualquer divulgação, seja para fins positivos ou negativos. Recentemente, um comunicador da cidade, o radialista Robson Sena utilizou o aplicativo para expor sua opinião acerca da visita do Governador Rui Costa (PT) programada para a próxima semana.
Na opinião do comunicador, a visita do Regedor é uma forma de fortalecer bases e aliados políticos com o único intuito de reeleger seus patrônomos nas próximas eleições. “A saúde está precária, vários setores estão com dificuldades, o país está em crise, falta saneamento básico, e o governador vem fazer o que aqui, encher chouriça? o governador não é artista, mas um empregado do povo, então fiquem nas suas respectivas casas e deixem as praças vazias” Argumentou o comunicador.
Em resposta,  o prefeito Rodrigo de Castro Lima contra argumentou que a visita de Rui Costa sucederá em prol da inauguração da Propex, da nova adutora e o Semaf, obras oriundas de uma parceria com o Governo do Estado que através de Programas de Incentivos Fiscais viabilizam a vinda dessas empresas ao município. “Além dessas inaugurações, o Governador ouvirá acerca das necessidades que acometem o município como a ligação Esplanada – Mulungu, a reconstrução da BA-400 e mostrar o que seu governo tem feito pela Santa Casa com seu processo de regionalização, ou seja uma agenda extremamente positiva que poderá mostrar aquilo que trouxe e ainda poderá trazer para nossa região”.
Na questão do saneamento básico, o chefe do executivo municipal concordou com o comunicador quanto ao fato de Esplanada não dispor do mesmo, mas garantiu que a prefeitura vem buscando implantar obras de saneamento. “Para isso, é necessário estabelecer um Plano de Saneamento, exigido pela Organização Mundial de Saúde, no qual o município através de recursos próprios irá desembolsar mais de 250 mil reais para a consolidação deste plano. A partir daí, conseguiremos um financiamento pelo Banco Mundial e assim, daremos início a tão sonhada obra de saneamento básico.
Em resposta a alusão em que o comunicador fez ao dizer que o regedor não é um artista, o pefeito colocou que de fato, não se trata de um artista, mas de um funcionário público que tem cumprido o seu papel. “O Governador tem visitado diversas cidades no interior do estado e é um dos governantes mais bem avaliados da do país. Se fosse um artista, ele ficaria no seu camarote no palácio de Ondina sem ir nos interiores, sem saber dos seus problemas. Agora se todo esse trabalho entre a Prefeitura e o Governo do Estado rende resultados eleitorais, aí já não posso responder pela frustração do comunicador, é uma avaliação do povo”. Encerrou o gestor.
O que é insignificante para alguns, para outros, a visita do governador não pode e nem deve ser desvalorizada, muito menos ser alvo de críticas. Graças ao Governo estatal, muitas obras foram concretizadas e outras que estão por vir, como construção de pontes, revitalização das estradas e tantas outras que só se tornaram e se tornarão possíveis graças as suas intervenções.  Problemas estes de responsabilidade exclusiva do Estado e que por anos a fio encontravam-se em condições totais de desprezo e abandono.

resposta