Saiba como se preparar para o exame dos Correios

Na lista dos concursos mais esperados para este ano, os Correios vão selecionar dois mil candidatos em edital previsto para sair até o fim deste mês. Os cargos oferecidos serão de agente nas atividades de carteiro e operador de triagem e transbordo. Os salários iniciais serão de R$ 1.284 para os operadores de triagem e transbordo, somado a gratificação. Já os carteiros contam ainda com o adicional de distribuição, que eleva a remuneração para R$1.620,50 conforme divulgou o órgão. Rodrigo Lelis, professor do Universo do Concurso, diz que esta é uma seleção bastante concorrida e por serem duas mil vagas terá um contingente grande de inscritos.

Lelis orienta que a última prova não pode ser parâmetro para os estudos, pois o Cespe, que organizou o último certame, fugiu um pouco o seu nível de exigências nas questões. “Os concursos hoje estão muito heterogêneos, sobretudo por conta da atual crise que estamos enfrentando, ou seja, mais pessoas buscam estabilidade profissional através de concursos públicos”, comenta.

Os candidatos aprovados nos exames de conhecimentos terão que passar ainda por testes de esforço físico e posterior avaliação médica. Elon Junior, especialista em teste físico para concursos, classifica este exame de baixo a médio grau de dificuldade e acredita que este ano o teste não será muito diferente da última avaliação. “É importante que saber as exigências de biomecânica de cada exercício, além de equilibrar o físico ao emocional”, orienta Junior.

O especialista alerta ainda que, descanso também é treino. Lilian Furtado, professora do site Gabaritando Redação, orienta os candidatos que, para as questões de Língua Portuguesa a diferença da Cespe para as outras bancas é que, além de identificar se a questão está certa ou errada, é preciso saber justificar bem a sua resposta. “Focar em valor semântico da palavra, uso correto de preposições e crase, além de colocação pronominal, principalmente os casos de próclise, são essenciais para bom desempenho nas provas de conhecimento”, afirma Lilian.

Mais informações, como data das provas, período e taxa de inscrição, serão divulgadas no edital.

“Fique atento às funções de cada cargo oferecido”, diz Cláudia Jones, jornalista do site Questões de Concurso

“Os Correios começam a dar notícias de que, de fato, o edital está para sair. Serão duas mil vagas imediatas e mais cadastro de reserva para agentes. Os concursos da instituição costumam movimentar um contingente bem significativo de candidatos. No último, em 2011, mais de um milhão de candidatos disputaram as 9.190 vagas daquela edição.

Há dois tipos de candidatos, os que antecipam os estudos, e os que aguardam a publicação do edital para darem os primeiros passos. Para estes, o importante é unir teoria e exercícios, que vão ajudar a massificar o conteúdo. Já os que se antecipam, e já estão com toda a teoria afiada, o treinamento intensivo de questões articulado a simulados fortalecerá o conhecimento.

Um fato importante é que, antes de tomar a decisão de prestar o concurso, o candidato deve se atentar às funções, principalmente as de carteiro, e verificar se ele se encaixa no perfil, pois o trabalho é árduo e de sol a sol, faça chuva ou não.

Outro ponto que definirá a aprovação do candidato é o teste de aptidão física, que é muito bem elaborado e colocará ou não o candidato dentre os classificados. Para isso, o treinamento físico não pode ser iniciado tardiamente. Assim que decidir pelo certame, comece os exercícios. Sem contar que o treinamento vai ajudar o cérebro a processar melhor as informações adquiridas durante a preparação teórica.

Empresa convocou 18 mil aprovados desde 2011

No último edital para concurso público, em 2011, os Correios ofereceram 8.346 vagas imediatas mais cadastro de reserva para o cargo de agente nas atividades de carteiro, operador de triagem e transbordo e atendente comercial.

Os salários base oferecidos à época para o cargo eram de R$ 807,29 mais adicionais, conforme atividade escolhida.

Para este exame, foram inscritos 1.120.393 candidatos. As vagas mais disputadas foram as de atendente comercial com 667.798 solicitações, seguidas de carteiro, com 296.719. Característica do órgão, o número de convocações costuma ser bastante alto, e, em 2012, o Ministério do Planejamento autorizou a ampliação do quadro de funcionário dos Correios em 9.904 vagas.