Samu recebeu mais de 100 mil trotes em Salvador no ano de 2017

Em janeiro a dezembro de 2017 foram contabilizados em Salvador mais de 100 mil trotes ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), número que representa uma média de 30% do total de chamadas ao 192. De acordo com o médico coordenador do Samu, Antônio Fernando, o prejuízo das brincadeiras é incalculável. “Muitas vítimas podem deixar de serem atendidas porque nossos profissionais estão com as linhas ocupadas com esse tipo de brincadeira de mau gosto.
A situação é ainda pior quando deslocamos uma ambulância”, disse. Segundo ele, grande parte dos trotes são feitos por crianças e adolescentes no período de saída da escola ou no intervalo das aulas. “Agora que é época de férias o número reduz bastante. No geral, os atendentes identificam facilmente. Fazemos trabalho educativo com palestras nos colégios, mas ainda recebemos um quantitativo muito grande de solicitações falsas”, declarou Fernando. Quando se trata de maiores de 18 anos, a punição para trotes em serviços de emergência é severa. Em todo Brasil, a Lei 9.472/1997 determina que o responsável por um falso chamado de socorro poderá receber multa e cumprir de um a seis meses de prisão.

 

Da Redação: (esplanadagora@gmail.com) 
Foto: Reprodução
Fonte: Bahia Notícias