SAÚDE: Casos de caxumba crescem 24 vezes em Salvador; Na Bahia são 977 casos

O número de registros de pacientes com caxumba em Salvador subiu de 22, no ano passado, para 540 este ano, de acordo com a Secretaria de Saúde do Município (SMS). O número é cerca de 24 vezes maior. De acordo com o G1, os dados são do último boletim da secretaria, do dia 10 de outubro.
Em 2016, ainda foram registrados 16 surtos da doença, enquanto em 2015 nenhum surto foi computado.
Entre os 16 surtos, 11 foram registrados em escolas da cidade. Ainda conforme o G1, a secretaria adotou estratégias recomendadas para interromper a doença, através de bloqueios com uso da vacina. Os locais onde ocorreram os casos são monitorados e a população foi orientada a procurar as unidades de saúde na ocorrência de novos casos.
A caxumba é uma doença viral aguda, causada pelo vírus Paramyxovirus, que é transmitida de pessoa a pessoa, seja pela via respiratória ou por contato direto com saliva. Os sintomas são febre baixa, aumento das glândulas salivares, calafrios, dores de cabeça, musculares ao mastigar ou engolir, além de fraqueza, são sintomas que também podem estar presentes.
A Secretaria de Saúde (Sesab) informou que foram notificados 977 casos da doença na Bahia neste ano. Além de Salvador, também foram registrados surtos envolvendo 65 pessoas nas cidades de Lauro de Freitas, Muniz Ferreira, Apuarema e Paulo Afonso.

Esplanada Agora – Informação na medida certa.