Vereador pede visto de Projeto que altera e realinha valores das taxas de licenciamento ambiental

Com nove vereadores presentes, foi realizada nesta segunda-feira (31/08) mais uma sessão da Câmara Municipal de Esplanada.

Presidida pelo vice Marcos Pinheiro (PPS), apenas o vereador Alexandre Brito (PHS) utilizou a tribuna, onde reclamou da falta de um espaço para lazer na comunidade da Rua do Cheiro. “Chegou um pessoal de fora para jogar bola, mas não havia espaço para o jogo, a única opção é o campo do Milênio situado no Bairro do Mucambinho, mas sempre está ocupado. O atual gestor prometeu que nos contemplaria com o espaço,  no entanto ainda não cumpriu”. Explanou. O representante do legislativo também solicitou que fosse encaminhado um ofício à Secretaria de Obras e Serviços Públicos, chamando atenção para um buraco na comunidade da Baixa da Santa Cruz.

Passando para Ordem do Dia, foi feita a leitura do PL alterando a Lei Municipal nº 779/2013 de 10.10. 2013, com objetivo de alterar e realinhar valores a serem cobrados das taxas de licenciamento ambiental.

Após a leitura, o vereador do PP Geovane Anunciação pediu visto do projeto, cuja solicitação fora acatada pelo vice-presidente. Como não havia mais nada a ser tratado, antes das 20h30 a sessão foi declarada encerrada.

Deixaram de comparecer, o presidente da casa Gilson Lima (PSC), a 2ª Secretária Rosemary Santos (PV), os vereadores, Sebastião Dantas (PPS) e Francisco da Cruz (PRB).

Por Manuela Chagas

sessãoda