Esporte

Ronaldinho Gaúcho é processado em R$ 300 milhões por esquema de pirâmide

O ex-jogador, que foi o melhor do mundo por dois anos, virou réu em uma ação civil coletiva

Um dos maiores jogadores de futebol da história do Brasil, Ronaldinho Gaúcho se envolveu em mais uma confusão. O ex-atleta, que foi eleito o melhor futebolista do mundo em 2004 e 2005, virou réu em uma ação civil coletiva por conta de sua ligação com a empresa 18kRonaldinho, envolvida em diversos esquemas fraudulentos de pirâmide financeira.

A ação está sendo movida pelo Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (Ibedec) de Goiás, e é no valor de R$ 300 milhões. O instituo diz ter identificado cerca de 150 pessoas lesadas de diversos lugares do Brasil e do exterior. A empresa também está sendo investigada pelo Ministério Público Federal por crime contra a economia popular.

Ronaldinho Gaúcho se desligou da empresa em outubro de 2019, alegando também ser vítima na situação. A defesa do atleta ainda não se pronunciou sobre o caso, visto que o ex-jogador ainda não ter sido notificado oficialmente.

Da Redação do EA

(Com Informações do VN)

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar