Politica

Prefeito de Madre de Deus é afastado por determinação da Justiça

A Justiça determinou o afastamento do prefeito Jeferson Andrade (PP) por 180 dias

30/04/2020

Uma decisão dada pelo juiz Rui Eduardo Almeida Brito, da 6ª Vara da Fazenda Pública de Salvador, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), determinou o afastamento do prefeito de Madre de Deus, Jeferson Andrade (PP), por 180 dias, e a posse do seu vice-prefeito Jailton Polícia (PTB).

Essa decisão já havia sido tomada anteriormente em 1ª Instância, porém, o presidente do TJ-BA, Gesilvaldo Brito reverteu, na sequência o magistrado foi afastado do cargo por suposta participação em um esquema de venda de sentenças e um dos possíveis articuladores do caso, segundo informações preliminares, Antonio Roque, chegou a ser encaminhado pela polícia durante a Operação Faroeste.

Durante o período de suspensão, a Justiça determinou que o Banco do Brasil bloqueie as senhas bancárias ou as credenciais de Jeferson Andrade.

Além de Andrade, João Gustavo de Cerqueira Lima, secretário de infraestrutura; José Carlos Barreto da Silva, assessor técnico de coordenação de obras e o então presidente da comissão de licitação, Celestino Souza Filho.

As irregularidades apontadas pelo MP-BA referem-se a um contrato com a empresa Ferreira Lima Construções LTDA-ME, em 2014 no valor de R$ 3.795.119,95. A decisão também implica em apresentação em até 15 dias as cópias integrais dos contratos com a empresa.

Da Redação do EA

(Com Informações do VN)

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar