Politica

Justiça bloqueia R$ 11,3 milhões de Alckmin em inquérito sobre caixa 2

Outras duas pessoas tiverem seus bens bloqueados na ação

06/08/2020

Cerca de R$ 11,3 milhões do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) e outros R$ 9,3 milhões de mais dois acusados em um processo sobre doações ilegais de campanha devem ser bloqueados pela Justiça, após decisão do juiz Marco Antônio Martin Vargas, da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo.

Além do bloqueio nas contas, o juiz determinou o sequestro de imóveis que tenham sido adquiridos por Alckmin até 1° de janeiro de 2010 e de propriedades compradas por Marcos Antônio e Sebastião Eduardo após 30 de abril de 2014.

De acordo com a Polícia Federal, as medidas visam assegurar o ressarcimento ao erário de valores relacionados a ‘fundados indícios’ da prática dos crimes de corrupção passiva, falsidade ideológica eleitoral e lavagem de dinheiro.

Da Redação do EA

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar