Politica

STJ determina afastamento de Witzel do cargo

Órgão também expediu mandados contra o presidente do PSC, Pastor Everaldo, e o ex-secretário de Desenvolvimento Econômico Lucas Tristão

28/08/2020

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) determinou o afastamento imediato do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), nesta sexta-feira (28). O vice-governador do Estado, Claudio Costa (PSC), que assume o cargo no lugar de Witzel.

A operação faz parte da atuação da PF (Polícia Federal). O STJ também expediu mandados de prisão contra o presidente do PSC, Pastor Everaldo, e contra o ex-secretário de Desenvolvimento Econômico Lucas Tristão.

Aguardamos um posicionamento do governo do Rio sobre o afastamento de Witzel.

Operação anterior

Em maio deste ano, Witzel foi alvo na operação Placebo, que investigava irregularidade na saúde durante a pandemia de coronavírus.

O governador do Rio de Janeiro e a mulher dele, Helena Witzel, estão no centro das investigações de corrupção no combate à covid-19, que resultou em contratos de mais de R$ 2 bilhões de empresas e organizações sociais, principalmente, ligadas ao empresário Mário Peixoto, preso na Operação Favorito em 14 de maio.

Da Redação do EA

(VIA: R7)

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar