Politica

Ex-prefeito no PI compara crimes com sucessor: ‘Não roubei o tanto que esse aí’

09/09/2020

O ex-prefeito de Cocal, no Piauí, José Maria Monção, roubou a cena ao falar de seus crimes durante a convenção do MDB na cidade, nesse domingo (6). Ele disse que não roubou tanto quanto o atual prefeito, Rubens Vieira (PSDB).

“Acima de tudo, acho que nós temos que mudar o Cocal. Não é que o Cocal também seja o fim do mundo, mas com essa administração todos padecem. Eu fui prefeito três vezes, eu sei o sofrimento, mas também não roubei o tanto que esse aí roubou, não. Esse é descarado, está afundando o Cocal”, disse o político.

Ao longo do discurso, ele admitiu que “até pode ter tirado alguma coisa dos pobres”. “A verdade é que ninguém pode ser tão sincero. Se eu fui preso, tem um motivo. Mas político que rouba, rouba pra dar pro povo. É difícil o cara roubar pra si. Esse daí não, roubou pra ele”, criticou.

Monção foi preso na Operação Harpia, deflagrada pela Polícia Federal em 2009 para apurar desvios em verbas da educação. Com esse histórico, o político agora pede votos para o candidato do MDB, o médico Cristiano Brito.

Da Redação do EA

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar