Esporte

Vitória empata com o Juventude no Alfredo Jaconi

15/09/2020

O Vitória demonstrou poder de reação para arrancar um empate nesta segunda-feira (14). Em duelo válido pela 10ª rodada da Série B, disputado no Alfredo Jaconi, o time comandado pelo técnico Bruno Pivetti saiu atrás após Bruno Silva abrir o placar. Porém, buscou a igualdade na etapa final com Vico, que decretou o 1 a 1.

Com o resultado, o Vitória chegou aos 14 pontos e ocupa a oitava posição. Já o Juventude agora tem 16 e figura em quinto. Na próxima rodada, o Vitória pega o Oeste, sábado (26), às 16h30, no Barradão.

O JOGO

O Juventude abriu o placar aos 21 minutos, após uma bobeada da defesa rubro-negra. Dalberto ficou com a bola e tentou tabelar dentro da área, Fernando Neto cortou, se atrapalhou com Leandro Silva. Breno Lopes ficou sozinho e finalizou no canto da meta defendida por Ronaldo.

 Aos 25, a defesa do Vitória voltou a bater cabeça. Um erro de saída de bola entre Rafael Carioca e Guilherme Rend deixou Dalberto em boa condição. Ele chutou cruzado e Ronaldo realizou grande defesa.

O Vitória só conseguiu chegar com perigo aos 35. Jonathan Bocão cruzou para a área, Wellington afastou de cabeça, mas Gerson Magrão ficou com a sobra e mandou de primeira. A bola foi para fora, porém muito perto da meta defendida por Marcelo Carné.

Em cobrança de escanteio com veneno, Gérson Magrão quase marcou um gol olímpico aos 41. Marcelo Carné se esticou todo e conseguiu fazer a defesa. Porém, o Juventude deu a resposta dois minutos. O Vitória voltou a errar na saída de bola, Capixaba aproveitou e soltou uma bomba para a defesa de Ronaldo.

Segundo tempo

Aos nove, o Vitória voltou a errar em seu campo de defesa e o Juventude aproveitou. Breno Lopes acionou Bochecha, que finalizou de bico. A bola tocou na rede pelo lado de fora.

O Vitória partia para cima e buscava o empate. Aos 13, após falta cobrada na área, Wallace subiu mais que todo mundo e cabeceou. O goleiro Marcelo Carné fez boa defesa.

O empate veio aos 16 minutos. Marcelinho lançou Vico, o atacante dominou, e mesmo caído finalizou na saída de Marcelo Carné. Os dois times não abdicaram de atacar e criaram boas chances, mas esbarraram nos goleiros Marcelo Carné e Ronaldo.

Da Redação do EA

(VIA: Glauber Guerra do BN)

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar