Polícia

SALVADOR: ASSASSINO DE IDOSA EM ONDINA É PRESO POR LATROCÍNIO E ESTUPRO

01/10/2021

O homem apontado como autor da morte de Maria Helena Mazzei Pereira, de 67 anos, confessou os crimes de estupro e latrocínio (roubo seguido de morte), segundo a Polícia Civil. A idosa, viúva do juiz Rui Vinhas Pereira, falecido em 2012, foi encontrada morta no quarto do apart hotel em que morava, no bairro de Ondina, em Salvador, na noite desta quarta-feira, 29.

O homem, cuja identidade não foi revelada, foi preso no bairro da Liberdade nesta quinta, 30, quando o celular da vítima, que havia sido roubado por ele, foi encontrado escondido em uma caixa de energia. O corpo de Maria Helena tinha lesões no rosto e na perna esquerda, além de marcas de esganadura.

De acordo com a polícia, o criminoso era contratado de uma imobiliária e tinha acesso ao imóvel há cerca de uma semana, pois dois apartamentos do prédio estavam sendo reformados, incluindo o de Maria Helena. Ele foi autuado em flagrante e está à disposição da Justiça.

Um dos nomes mais conhecidos da Justiça baiana, o juiz Rui Vinhas Pereira, marido da idosa, foi titular das varas de Teixeira de Freitas, Paulo Afonso e Senhor do Bonfim. Depois de aposentado, exerceu diversas funções de assessoramento no TRT5. Ele foi premiado com um memorial em sua homenagem no bairro dos Maristas, em Senhor do Bonfim, e o palácio municipal de Valença também leva seu nome.

Além disso, Maria Helena também era sogra do atual titular da Secretaria Fazenda da Bahia (Sefaz), Manoel Vitório. O secretário é casado com a filha dela, Fabiola Mazzei Pereira, desde 2014.

Da Redação do EA

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar