Subdestaque

DIA DAS CRIANÇAS: MENINA CONTA COMO INICIOU O PRÓPRIO NEGÓCIO

12/10/2021

Pulseiras para conectar momentos, pessoas e amizades

Bianca começou a fazer pulseiras com as palavras gratidão, empatia e respeita há um mês e meio para ter momentos com a mãe, a professora Claudia Muñoz, durante a pandemia.

A mãe passou a usar as pulseiras no trabalho, e Bianca na escola. Não demorou para as encomendas chegarem. Só a diretora da instituição onde a menina estuda encomendou três peças.

Cláudia, então, criou uma loja virtual para a filha e o perfil @biaac_cessories no Instagram. Desde o começo das atividades a pequena empreendedora vendeu 30 pulseiras. A maioria comercializada para amigos.

O valor da pulseira varia entre R$ 7 e R$ 10, dependendo da pedra escolhida para a confecção.

“A ideia das pulseiras é conectar momentos, pessoas e amizades, por isso são vendidas em pares. Já mandamos peças para Portugal e Canadá”, explica Cláudia.

Bianca, que sempre gostou de pintar, diz que será artista plástica quando crescer e sonha alto.

Quero ficar rica com o dinheiro que ganhar com o meu negócio.

O dinheiro que recebeu até agora com a venda das pulseiras está sendo guardado no cofrinho e, em breve, seguirá para uma carteira de investimentos, segundo a mãe.

Da Redação do EA

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar