Subdestaque

BAHIA: CASA DE PREFEITA É ALAGADA E GESTORA APONTA “COLAPSO” APÓS CHUVAS

11/12/2021

A prefeita de Eunápolis, Cordélia Torres (DEM), aponta que a situação “é tensa” no município diante das fortes chuvas que atingem a região desde o último dia 27 de novembro. A situação se agravou nas últimas horas e, segundo ela, 70% das casas já foram atingidas – seja por enchente, destelhamento ou quedas de árvores.

“Temos rio transbordando, casas destelhadas, o volume de chuvas para o mês indo em horas, pontes destruídas. Um colapso. Temos pessoas desalojadas, desmoronamento de barrancos. […] A gente tem as estradas, feiras sendo tomadas e destruídas. Córrego transbordando. É uma destruição que eu nunca vi”, lamentou.

A própria casa da gestora foi atingida pelo mau tempo. “Minha casa entrou água. Se eu falo de mim, imagina as pessoas que não tem as suas casas estruturadas”.

A gestora critica ainda o serviço da Embasa. “A Embasa não está correspondendo em nada. Como ela sai abrindo valas para fazer a sua encanação, deixa abertas. Postes caindo. Bombas de água foram levadas dessas casas simples”, aponta.

Ela informa ainda que o Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil aprovou o envio de R$ 1.850.820,00 para compra de água mineral, já que a Embasa suspendeu o abastecimento diante dos danos causados. Os insumos serão enviados para, entre outros lugares, o Hospital Regional de Eunápolis, Hospital de Campanha e Clínica Santa Cruz.

Apesar do desastre, Cordélia afirma que não há vítimas e que a prefeitura está prestando assistência às famílias. “Graças a Deus ainda não temos mortos ou feridos. A nossa prioridade é salvar vidas e resgatar pessoas. Estamos com a parceira com o Corpo de Bombeiros, que está há três meses após um pedido meu. Se não tivéssemos esse pedido, não sei em que situação estaríamos”.

Da Redação do EA

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar