Destaque

BRACELL MONITORA QUALIDADE DA ÁGUA DE 24 MICROBACIAS DE RIOS NA BAHIA

22/03/2022

Dentre as áreas geológicas contempladas estão as dos rios Marcanair, Subaúma, Sauípe, Imbassaí, Pojuca e Farje

A qualidade da água de 24 microbacias de importantes rios das regiões do Litoral Norte e Recôncavo Baiano são analisadas pela Bracell Bahia, que iniciou o projeto de Monitoramento da Qualidade dos Recursos Hídricos Superficiais em 2021. A iniciativa, que visa à conservação ambiental, envolve 23 áreas geográficas sob influência da atividade florestal da empresa, abrangendo uma área total de mais de 11 mil hectares. Além delas, a companhia – que faz parte do grupo RGE, que gerencia empresas com operações globais de manufatura baseadas em recursos naturais – monitora a microbacia do rio Farje, em Alagoinhas.

O projeto compreende sete áreas no município de Esplanada, quatro em Itanagra, três em Mata de São João, três áreas em Jandaíra, duas em Cardeal da Silva, duas em Alagoinhas, uma em Entre Rios e uma em Santo Amaro. Dentre as microbacias contempladas estão as dos rios Marcanair, Subaúma, Sauípe, Imbassaí e Pojuca.

De acordo com Joedson Silva, analista ambiental responsável pelo projeto, são avaliados 30 parâmetros físico-químicos da água coletada para ver a interação das microbacias com os plantios de eucalipto. “Quanto mais dados coletados, e utilizando a metodologia do Índice da Qualidade da Água (IQA), é possível identificar com mais precisão a qualidade do curso hídrico. Esta metodologia é cientificamente usada por outras organizações e a Bracell a aprimorou, juntando a análise do IQA e restringindo a coleta e análise às microbacias”, afirmou.

Ele ainda destaca que “os resultados qualitativos e quantitativos das análises físico-químicas são compilados e analisados por um laboratório independente credenciado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) a fim de identificar características ecológicas do ambiente e de compreender eventuais alterações”. O resultado deste monitoramento vai contribuir, ainda mais, nas tomadas de decisões da organização em ações futuras, pontua Silva.

Microbacia do Farje

O monitoramento da microbacia do Farje, conhecido popularmente como Quiricó Grande, é feito de forma diferente das outras 23 nas áreas da empresa. “Em parceria com o Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais (Ipef), a Bracell apostou no monitoramento hidrológico, que estuda a ocorrência, distribuição e movimentação da água, como ferramenta para analisar as relações entre o manejo florestal e a água, gerando um rico e extenso banco de dados capaz de contribuir para a compreensão de que a água constitui um recurso a ser compartilhado”, destaca o professor Silvio Ferraz, da Escola Superior de Agrícola Luiz de Queiroz (Esalq-USP). O rio Farje percorre os municípios de Araçás, Itanagra e Pojuca, onde deságua no rio Pojuca.

Vídeo

O programa de monitoramento do rio Farje é tema de um vídeo produzido pela Bracell. Para assistir, acesse https://youtu.be/cF5VIqPkJYU.

Da Redação do EA

(VIA: ATcom)

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar