Destaque

GLENN GREENWALD, FAZ DECLARAÇÕES CONTUNDENTES SOBRE BOLSONARO

12/07/2022

Para o jornalista Glenn Greenwald, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, tem sido censurado por plataformas de tecnologia. Ele deu essas declarações durante entrevista ao programa de Tucker Carlson, da Fox News.

“Ele (Bolsonaro) tem sido repetidamente censurado por grandes plataformas de tecnologia.  Quando falou sobre Covid, estava sendo censurado. Ao falar das próximas eleições estava sendo censurado. […] Não importa o que você pensa de Bolsonaro, deveria achar que isso é um problema sério”, afirmou Glenn.

“É uma dinâmica muito semelhante ao que aconteceu nos Estados Unidos, onde todo o establishment se uniu contra Trump.  Todas essas instituições, que liberais e a esquerda sempre reprovaram, os neocons, o aparato de segurança e a mídia corporativa, passaram a ser vistos de forma favorável. (…) Isso aconteceu aqui”, acrescentou o polêmico jornalista.

Gleen reside no Brasil há 17 anos com seu marido brasileiro e, independente do que se pense dele, o cara entende muito de internet, redes sociais e hackers.

Ele esteve no centro de um dos maiores vazamentos de informações do mundo quando o espião norte-americano Edward Snowden, vazou segredos de estado do seu próprio país – foi Greenwald o jornalista escolhido pelo espião que teve que se abrigar na Rússia para não ser pego pelas várias agencias de espionagem que o caçavam.

Em junho de 2019, Glenn, apelidado de “Verdevaldo” no Brasil, foi o principal responsável pelas polêmicas reportagens da “Vaza-Jato” que feriu a credibilidade da operação Lava-Jato e do seu comandante, Sergio Moro.

Por ter sido um inimigo do governo Bolsonaro desde o início, sua declaração é ainda mais assustadora. Se um jornalista (esquerdista, sim) se sente incomodado com a parcialidade das Big Techs e ainda compara a situação de Bolsonaro com a de Donald Trump, é muito preocupante.

Da Redação do EA

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

você pode gostar